EnglishFrançaisItalianoPortuguêsEspañol
Menu

TÓQUIO: PRÓXIMA CIDADE SEDE DAS OLIMPÍADAS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

O post de hoje será o início de uma série sobre os charmes e belezas da próxima cidade sede das Olimpíadas: o Japão. Este é um dos países mais lindos que já visitamos e recomendamos para os viajantes com sede de explorar novas culturas. Leia esse post para aprender as informações básicas de custos, o que comer, a cultura e os principais lugares para visitar. E, para começar, nada como abordar o lugar mais desejado por aventureiros e otakus de plantão: Tóquio!

O grande destaque desse local é a forma como consegue fazer com que o tradicional e o moderno convivam em perfeita harmonia. É possível assistir a uma apresentação kabuki em um teatro antigo, por exemplo.

E que tal atravessar organizados cruzamentos repletos de arranha-céus para almoçar em um restaurante-robô? Adicione à sua lista tomar banho em uma onsen, cantar em um karaokê high tech e terminar o dia dormindo confortavelmente em um tradicional ryokan.

Também é um local que reúne todas as tribos e inovações. Fashionistas, otakus, rebeldes, famílias, homens de negócios, estudantes e pessoas de todo o mundo deslocam-se confortavelmente pelas 13 linhas de trens de Tóquio sem grandes estranhamentos entre si.

Se você procura um novo olhar sobre o mundo, esse é definitivamente um destino onde você deve ir. Por isso, criamos vários posts para te ajudar no planejamento da sua viagem. Assim você poderá conhecer a próxima cidade sede das Olimpíadas sem falir.

É caro?

Tóquio está longe de ser um destino barato. Para se ter uma ideia, é possível gastar por volta de R$200 a R$700/dia na capital, de acordo com o site Quanto Custa Viajar. Agora é esse preço, mas acredito que como o Japão será a próxima cidade sede das Olimpíadas, esses valores aumentarão ainda mais.

Por isso a palavra chave para você curtir essa viagem sem se apertar é P-L-A-N-E-J-A-M-E-N-T-O. 

No entanto, o mais pesado com certeza é o preço das passagens que ultrapassam fácil os R$4 mil!

Por essa razão, é bom ficar de olho nos sites das aéreas para aproveitar possíveis promoções-relâmpago e economizar. Sugerimos acompanhar as ofertas e sempre cotar pelo MOMONDO ou VIAJANET que são meus favoritos para cotar preços de passagens. Ainda dá para colocar alertas para quando os preços baixarem.

Tóquio: A Próxima cidade sede das Olimpíadas

Os japoneses querem repetir o feito de 1964, novamente impressionar o mundo. Há cinco décadas fomos surpreendidos com o shinkansen, o trem-bala japonês. A aposta agora para as Olimpíadas de 2020 inclui táxis sem motorista, robôs realizando o papel de voluntários e trens magnéticos capazes de atingir a velocidade de até 600km/h.

O foco para as próximas olimpíadas é a sustentabilidade como a Vila Olímpica, por exemplo, que será totalmente movida a hidrogênio. Já imaginou?

Se você pensar que em 36 meses, se você economizar R$ 420,00 por mês, terá como viajar sem se apertar.

O que comer?

Se você não gosta muito de comida japonesa, não tem problema. Há algumas opções que agradam o paladar brasileiro, como ramen – o “nosso miojo” -, o teppanyaki – carne na chapa e yakiniku – um “churrasquinho japonês”, com carnes e legumes grelhados.

No entanto, se você realmente não está com vontade de experimentar, lembre-se que sempre há uma pizzaria e um McDonald’s esperando por você em quase todas as partes do mundo.

Como eu me comunico por lá?

Não se preocupe. Os japoneses adoram estrangeiros e tentam ao máximo se comunicar com você – é um ganha-ganha: você consegue a informação que deseja e eles treinam o inglês -. Muitos ainda se esforçam na mímica e te deixarão surpreso com o quanto conseguirão te dizer com apenas simples gestos.

Por isso, fique tranquilo: você sempre encontrará alguém disposto a ajudar.

Como tirar o visto?

O visto de turista para o Japão é bem barato – custa R$ 61. Mas o processo tende a ser bem rígido e chatinho – não há espaços para improvisações mochileiras, por exemplo. É necessário que o viajante escreva todo o seu roteiro, com datas e o que fará em cada local, incluindo os contatos dos locais onde ficará hospedado e uma cópia da reserva da passagem de ida e volta. Ou seja, é preciso já ter tudo definido e pago antes mesmo de solicitar o visto.

O visto tende a ficar pronto em, no máximo, 30 dias e é válido apenas para uma entrada e uma saída, ou seja, não dá para fazer bate-volta nos países vizinhos. Para mais informações: Visite aqui.

Lugares imperdíveis a visitar

Tokyo Tower

Inspirada na Torre Eiffel, a Tokyo Tower é um dos maiores símbolos do Japão. Tem 333 metros de altura e por muito tempo abrigou os serviços de radiofusão de Tóquio, sendo posteriormente substituída pela Tokyo Sky Tree. Hoje ela é uma das principais receitas de turismo do local. Fica aberta de 09 am as 11 pm, todos os dias.

Há lojas de lembrancinhas com o tema da Tokyo Tower nos andares da base da torre. Porém, é muito cheio em época de feriados prolongados. Se você quiser pode comprar ingresso antecipado no site.

End: 4-2-8 Shibakoen, Minato 105-0011, Tokyo Prefecture

Tokyo Sky Tree

Criada para substituir o trabalho da Tokyo Tower – que não tinha dimensões suficientes para suportar a radiofusão digital – a Tokyo Sky Tree é a segunda maior construção do mundo – perde apenas para a Burj Khalifa, nos Emirados Árabes –. Ela abriga os serviços de diversas empresas chefiadas pela NHK, emissora pública do país. Possui 634 metros de altura e do alto dela é possível enxergar praticamente toda a região da baía de Tóquio. E ainda vários pontos turísticos como: o Monte Fuji, o Tokyo Dome, Odaiba, Senso-ji Temple.

Para comprar seus ingressos antecipadamente, você pode comprar no site do Get Your Guide, super confiável.

End: Tokyo Skytree 1 Chome-1-2 Oshiage, Sumida, Tóquio

Templo Asakusa Kannon/Senso-ji e Nakamise

Construído em homenagem à deusa da misericórdia, o Senso-ji chama atenção em meio à modernidade da cidade com seu pagode de cinco andares e a bela arquitetura tradicional. Em frente a ele está localizada Nakamise, uma das melhores ruas comerciais de Tóquio. Lá você encontrará souverirs de boa qualidade e restaurantes de comida local.

A melhor forma de chegar ao Templo Senso-ji é, pegar o metrô, pela Ginza Line (G) ou Asakusa Line (A) e saltar na estação Asakusa (G19/A18).

Santuário Meiji Jingu

Um dos pontos turísticos mais tradicionais da cidade, o santuário é um tempo xintoísta dedicado aos deuses da era Meiji, ao seu Imperador Meiji e à Imperatriz Shoken. O destaque fica para a floresta, construída com 100 mil árvores de todas as espécies doadas pelos japoneses logo após a morte dos líderes. Se você quer saber mais sobre a religião mais forte do Japão, esse local é uma visita indispensável.

Palácio Imperial East Garden

A moradia oficial do imperador de Tóquio é fechada para visitas. No entanto, os seus jardins, abertos ao público, são uma atração à parte. A vista é maravilhosa e sua ambientação é indispensável para quem deseja ter um pouco da ideia sobre como eram os tempos de ouro dos imperadores japoneses.

Akihabara

A região nerd é o melhor lugar para encontrar inovações e eletrônicos antigos por um ótimo preço. Se você é otaku, ficará louco com os cosplays, action figures e coleções inteiras de mangás disponíveis para a venda. Lá também ficam localizados diversos maido-cafés – lugares onde você pode apreciar uma boa refeição e alugar a companhia de jovens para conversar e jogar videogames. É divertido e diferente de tudo o que você já viu na vida. Recomendamos em nosso post que mostramos Tóquio para Nerds!

Shibuya e Harajuku

Lar do cruzamento mais movimentado do mundo – aquele em que as pessoas atravessam e não se esbarram nunca – e da estátua do leal cachorro Hachiko, Shibuya é também um bairro para ver e ser visto. As pessoas que passam por ali se vestem da maneira que quiserem e se reúnem em grupos para conversar e se divertir. Fizemos até um post especial sobre esse bairro.

É lá que fica Harajuku, região que já se tornou referência em moda mundial. Você terá contato com vários estilos e se divertirá com as fantasias mais loucas que encontrar. É um passeio obrigatório para quem deseja ver uma das mais fortes formas de expressão japonesa da atualidade.

Gostou?

Pois, então, acompanhe o nosso blog! Colocaremos mais dicas sobre o país nos próximos dias. No próximo post, falaremos sobre turismo no inacreditável Monte Fuji.

This error message is only visible to WordPress admins

Error: API requests are being delayed for this account. New posts will not be retrieved.

There may be an issue with the Instagram Access Token that you are using. Your server might also be unable to connect to Instagram at this time.

Error: No posts found.

Make sure this account has posts available on instagram.com.

Error: admin-ajax.php test was not successful. Some features may not be available.

Please visit this page to troubleshoot.

ÚLTIMOS POSTS

4 Comments

  1. Gilberto Lima 12 de junho de 2017 at 20:58 - Reply

    Quantos dias vocês acham que devo ficar em Tóquio?

    • Camila Siqueira 8 de agosto de 2019 at 11:18 - Reply

      Como é uma viagem longa, acredito que você deva passar ao menos 15 dias.

  2. Ricardo Valle 12 de junho de 2017 at 20:56 - Reply

    Adorei as dicas!! Será que daqui para Olimpíadas eu consigo juntar grana para ir?

    • Camila 12 de junho de 2017 at 21:14 - Reply

      Se você poupar R$ 380,00 por mês você paga sua viagem toda,

Leave A Comment