EnglishFrançaisItalianoPortuguêsEspañol
Menu

COMUNIDADE DE BRASILEIROS NA BULGÁRIA: PORQUE TANTOS BRASILEIROS ESCOLHERAM ESSE PAÍS?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Que têm brasileiros espalhados pelo mundo, já imaginávamos. Mas que existia tantos brasileiros na Bulgária, isso foi uma novidade.

A Bulgária é um país pouco popular entre os brasileiros quando se trata de destino de viagem, mas você sabia que a comunidade de brasileiros vivendo no país é relativamente grande? Existem diversos brasileiros jogando futebol em times búlgaros, por exemplo, brasileiros e brasileiras casados(as) com cidadãos búlgaros e contratados de multinacionais vivendo em Sofia ou Plovdiv, as duas maiores cidades do país.  Outra curiosidade: A comunidade búlgara no Brasil também é bem grande.

Porque os brasileiros estão escolhendo a Bulgária

O que faz os brasileiros deixarem o próprio país para tentar a vida na Bulgária é o custo de vida. Na contramão dos que deixam as terras búlgaras vão em busca de maiores salários. O salário mínimo na Bulgária, hoje, é de pouco mais de 200 euros*. O que não é exatamente o ideal para viver bem no país, então o que tem atraído tantos brasileiros para a Bulgária? Estrangeiros costumam ganhar melhor que os locais. E a qualidade de vida, de quem ganha pouco é muito melhor na Bulgária do que no Brasil.

A contratação de uma pessoa sem passaporte europeu ou permissão de trabalho costuma ser bem mais complicada e demorada.

Caso você esteja numa situação onde só pode desembolsar um salário mínimo, o ideal é ter alguém com quem dividir as despesas, como aluguel e contas fixas, para conseguir viver um pouco mais confortável.

Moradia

Em Sofia, o aluguel de um apartamento de 3 quartos no centro da cidade pode chegar a 500 euros – o que fica mais fácil se dividido em mais pessoas. Fora do centro da cidade, um apartamento pequeno custa em torno de 150 euros. As contas fixas – água, luz e gás – costumam ficar em torno de 40 euros para uma pessoa que mora sozinha. A internet no país é uma das mais baratas e rápidas da Europa, existindo planos de qualidade por menos de 10 euros.

Se sua vontade é morar no litoral, Varna pode ser seu destino. A terceira maior cidade do país tem preços bem mais convidativos, fica na costa do Mar Negro e tem praias paradisíacas a poucos km de distância. O aluguel de um apartamento pequeno no centro da cidade sai por, no máximo, 200 euros. Fora do centro, é possível encontrar apartamentos de 100 a 150 euros mensais. As contas básicas não costumam ultrapassar 30 euros (elas variam de cidade para cidade pois existem taxas municipais inclusas).

Despesas com alimentação

As compras de mercado do mês podem preocupar algumas pessoas, mas os preços são absurdamente baixos. Apesar do valor final variar de acordo com a dieta de cada um, alguns exemplos gerais são as verduras e frutas: 1kg de maçã custa menos de 1 euro, 1kg de cebola menos de 50 centavos de euro e o quilo do tomate custa menos de 1,50 euro. Os valores podem variar um pouco de acordo com a rede de supermercados, mas é possível fazer a compra completa do mês de uma pessoa com menos de 100 euros. Entre as redes mais populares do país estão Carrefour, Kaufland, Penny Market, Billa e Lidl.

Transporte

O transporte público na Bulgária funciona muito bem e em quase todas as cidades. O valor pago por passagem é: 50 centavos de euro. Apesar de existirem passes e cartões, ainda é possível comprar seu bilhete diretamente com o motorista caso você não consiga adquirí-lo nos quiosques que normalmente ficam próximos aos pontos de ônibus mais populares.

Telefonia

Você é do tipo que não para em casa e precisa de um chip com muitos minutos e internet 4G?  Existem planos da Telenor a partir de 3 euros. A Vivacom também tem planos nesta faixa de preço, com benefícios diferentes. A dica é visitar as duas operadoras e pedir auxílio dos atendentes antes de fechar negócio.

A maior despesa com uma mudança de país é chegar até o novo destino. Uma vez lá, o custo de vida pode ser bem mais baixo do que o que você está acostumado hoje. O que torna a adaptação muito mais simples.

A Bulgária é um país muito rico em diversos aspectos e que está se desenvolvendo cada vez mais. Apesar de poucos locais falarem uma segunda língua, eles são muito abertos à imigração. Programas do governo também incentivam estrangeiros a imigrarem para o país. Porque a população tem baixado com o passar dos anos. Então, que tal começar a considerar a Bulgária como um opção para morar no futuro?

* A moeda oficial da Bulgária é o LEV. O euro tem valor fixo no país: 1 euro equivale a 1,95 LEVS. É normal alguns preços serem apresentados em euro e então convertidos. A conversão do euro não varia e é algo para turistas prestarem atenção nas casas de câmbio. Normalmente e ao contrário do Brasil, os maiores bancos têm as melhores tarifas para euro, dólar e outras moedas populares.

14 Comments

  1. Blago 29 de outubro de 2018 at 14:10 - Reply

    Ola Camilia, eu estou bulgaro em busca de brasileiros aqui no pais. Nao tem nenhuma informacao em bulgaro pois decidi procurar em portugues. Voce sabe se tiver encontros brasileiros aqui (=Sofia)? Eu gostaria muito praticar meu portugues e falar sobre o que ta passando no Brasil :-)

    • Camila Siqueira 30 de outubro de 2018 at 17:24 - Reply

      Hi, nice to meet you. I hope you find some brazilia soon.

    • Ingrid Bispo 2 de dezembro de 2018 at 15:34 - Reply

      Olá. Sou Brasileira. Moro em Plovdiv, me procura no Instagram: @indlefontes

  2. Carol 16 de setembro de 2018 at 23:34 - Reply

    Estou indo para Bulgaria essa semana pois meu namorado mora lá. É de lá.. porém comprei minha passagem de volta para o dia 18 de outubro mais quero tentar um emprego por lá e ficar lá , tem como resolver tudo documentação na embaixada brasileira? Eu não quero ser ilegal como faço pra ficar lá de maneira legal?

    • Camila Siqueira 28 de janeiro de 2019 at 10:20 - Reply

      Olá Carol, Se seu namorado está morando lá e você quer ir para ficar, o interessante era que pudessem casar ou obter relação estável. Assim você já teria o direito ao visto de reagrupamento familiar. Seu visto dará o direito a viver e trabalhar na Romênia.

      Você deve se apresentar no escritório de imigração local com a pessoa que já possui a permissão de residência no país para dar entrada no pedido. Levando toda a documentação necessária para o pedido. Todos os documentos brasileiros devem ter a Apostila de Haia.(que é tipo reconhecimento de firma feito pelo órgão governamental). Essa seria a forma mais rápida, porque visto de permanencia na Romênia é mais difícil. Outro jeito seria ir nas empresas e conseguir um emprego, feito isso, pedir que a empresa solicite. Vistos de trabalho na Romênia devem ser solicitados pela empresa que contrata, e é necessário que a empresa justifique o motivo pelo qual tem que trazer um brasileiro para o país ao invés de empregar um romeno. Ou seja, normalmente as empresas topam esse trabalha por profissionais que eles realmente “precisam”. Vale a tentativa.

      Em todo caso é preciso que você: junte sua documentação, reconheça em algum dos cartórios autorizados (pesquise aqui: http://www.cnj.jus.br/poder-judiciario/relacoes-internacionais/convencao-da-apostila-da-haia/cartorios-autorizados) e peça ou para a empresa que solicite o visto. Ou junte comprovante da relação (emails antigos, fotos e outros) para pedir o visto de reagrupamento familiar.

      Não somos especialistas em visto, mas buscamos sempre atender nossos leitores consultado órgãos oficiais do governo do país. Por isso a demora em responder. rs
      Abraços

  3. Carol 16 de setembro de 2018 at 23:32 - Reply

    Estou indo para Bulgaria agora essa semana. Comprei minha volta para 18 de outubro porém quero ficar lá pois meu namorado mora lá. Como faço pra agilizar a documentação tem como? Vou na embaixada? Posso trabalhar lá? Pq não queria voltar só pra resolver isso

  4. MELINA 6 de agosto de 2018 at 14:12 - Reply

    OI CAMILA , ESTOU EM BUSCA DE EMPREGO NA BULGÁRIA, QUAL O MELHOR CAMINHO?

  5. Rodrigo 5 de agosto de 2018 at 12:20 - Reply

    Oí Camila, tudo bem? Cómo está a questão de trabalho para os jovens de 25 anos, com cidadania europeia? Obrigado

  6. Emilly 8 de junho de 2018 at 17:59 - Reply

    Gostaria de saber sobre documentos e o que precisa fazer passo a passo para morar lá por longo período, quero me mudar ano que vem e tenho muitas duvidas sobre o que fazer em relação a documentos. Se puder me ajudar, ficaria grata! obrigada

    • Camila 26 de junho de 2018 at 16:36 - Reply

      Emilly as regras de migração estão em constante mudança. Porque vão de acordo com as políticas públicas do país no momento em que pleiteamos nossos vistos. Vale a pena entrar em contato com a Embaixada no Brasil para questionar.

  7. Paula 22 de março de 2018 at 20:31 - Reply

    Olá Camila. Estou pensando seriamente em mudar para a Bulgária mas tô preocupada com a língua. Vc vive na Bulgária, e como fica a questão da língua, é é fácil aprender?

    • Camila 23 de março de 2018 at 20:05 - Reply

      Bom dia Paula

      estamos com uma entrevista agendada com a Embaixada para tratar do tema. Eu espero que saia no ar antes para lhe ajudar. Enquanto isso, entra em contato com o Rodrigo, (rod.soa@gmail.com) Ele está morando lá e se ofereceu para apoiar quem está buscando. Beijos e obrigada

  8. hugo silveira 27 de janeiro de 2018 at 16:14 - Reply

    vou para VARNA-BULGARIA em janeiro de 2021 já aposentado e com 2 filhos menores e esposa. todos nos teremos cidadania bulgara apos 5 anos. preço bom pois apartamento 55 metros quadrados a 56 mil euros e garagem por 12 mil euros… to dentro.

    • Camila 28 de janeiro de 2018 at 13:48 - Reply

      Parabéns pela coragem de migrar com sua família. Todos os nossos sonhos começam com o primeiro passo. E mesmo que vocês decidam voltar, terá sido um grande aprendizado para seus filhos, uma experiência de troca cultural impagável. Ou seja, não há como fracassar. Desejo que vocês sejam muito muito felizes!

Leave A Comment