O CASTELO DE VERSAILLES. VOCÊ SE SENTIRÁ DA REALEZA

Um dia mágico em Versailles

O palácio de Versailles é um castelo real localizado no subúrbio de Paris. Ele foi construído pelo rei Luís XIV, também conhecido como Rei Sol. Um rei que gostava de muito ouro e brilho. Mandando assim construir um palácio que seria conhecido por sua riqueza e ostentação.

Ele conseguiu, até hoje o Palácio de Versailles é considerado um dos maiores palácios do mundo.

A visita à Versailles pode ser dividida em partes: O Castelo, o Grand Trianon, os domínios de Maria Antonieta e os jardins.

O Palácio

A parte principal de Versailles, o Castelo é considerado Patrimônio Mundial da Humanidade. Visitando o Palácio é possível ver os apartamentos do rei, da rainha e das damas. Além disso você verá a famosa Galeria dos Espelhos e também a Galeria das Batalhas, com pinturas imensas retratando momentos importantes da França.

Grand Trianon

O Grand Trianon se trata de um pequeno palácio de mármore rosa, que foi feito para que o rei Luís XIV pudesse se refugiar da Corte. Com a sua arquitetura influenciada pela arquitetura italiana é considerado o palácio mais elegante de Versailles e é cercado por belos jardins.

GRAND TRIANON

Domínios de Maria Antonieta

Esse domínio engloba o Petit Trianon; e o Hameau de la Reine.  Foi o lugar feito para o Rei Luis XV e que mais tarde foi dado a Maria Antonieta.

Para viver o seu sonho de uma vida mais campestre e bucólica, o domínio ganhou novos jardins e o vilarejo que leva o nome de Hameau de la Reine. Eram em seus domínios que Maria Antonieta promovia encontros, concertos e peças teatrais.

O Petit Trianon é um pequeno palácio com um jardim francês e inglês, no Petit Trianon podemos encontrar até o “Templo do amor”. Já o Hameau é uma pequena aldeia, onde Maria Antonieta vivia de maneira mais simples. No Hameau de la Reine tem um lindo lago, além de hortas, videiras, jardins com diversos animais e um farol.

Jardins

Muitos consideram essa a melhor parte do passeio e não é à toa. O suntuoso jardim de Versailles é repleto de flores, fontes, estátuas, labirintos e muito mais.

Foi projetado com uma simetria perfeita, típico jardim à francesa. Com certeza, só os jardins de Versailles já rende a visita de um dia inteiro.

O jardim é imenso e belíssimo, mas não foi por esse motivo que ele está no final desse artigo como grand finale. A melhor parte do jardim, ou melhor, a melhor época para conhecer esse jardim é no verão. Quando acontece o espetáculo das águas. Esse espetáculo ocorre durante o dia e a noite, o diurno é chamado de Grands Eaux Musicale e o noturno é o Grands Eaux Nocturnes. Eu acho o  noturno mais bonito do que o diurno.

Durante o espetáculo, por todo o jardim é possível ver um show de luzes sincronizado com a água das fontes e com a música. No final acontece uma queima de fogos também sincronizada.

Os ingressos para os shows devem ser comprados separadamente dos ingressos para entrar no castelo.

Como ir para Versailles

Para ir até Versailles, você pode optar entre um ônibus de turismo, ônibus comum, carro, trem ou RER.

De trem ou RER é a opção que te dá mais liberdade e conforto. Afinal dirigir pelas ruas de Paris é um caos.  E o trem e o RER são mais fáceis de serem utilizados do que o ônibus.

O trem parte da estação ferroviária Paris Montparnasse e segue até a estação Versailles Chantiers. Outra opção é o trem que parte estação Paris Saint Lazare até a estação Versailles Rive Droite.

De RER, você deve pegar a linha C, com parada em duas estações de Versailles: Versailles Chantiers e Versailles Rive Gauche.  Sendo que o Versailles Rive Gauche é a estação mais próxima do castelo.

Caso você pretenda assistir o Grands Eaux Nocturnes, não se preocupe com o horário, é perfeitamente possível pegar o último trem após o espetáculo.

Não deixe de ver outros passeios incríveis para fazer em Paris.

2017-08-15T13:51:31+00:00

Leave A Comment

Que tal viajar com sua família Pelo Mundo
Sem pagar nada para isso
respeitamos sua privacidade, não praticamos spam.