Nosso primeiro post mostrava várias dicas gerais do Japão. Continuamos a nossa série sobre o Japão, dessa ver dividindo Tóquio por bairros para ajudar você a escolher onde se hospedar.

No post de hoje iremos falar sobre onde ficar e dormir em Tóquio. A hospedagem costuma ser bem custosa para os turistas da região, por isso é importante ter consciência do custo-benefício ao se hospedar nas áreas centrais.

Se você é o tipo de turista que se vira bem com transporte público, certamente se hospedar próximo à linha de metrô Yamanote será a melhor opção para você. Isso porque ela percorre por todos os principais bairros de Tóquio que abrigam ou dão acesso à maioria dos pontos turísticos.

Mas se não for possível, tente ao menos ficar próximo a uma linha de metrô da região central. Em Tóquio, você paga o metro por área, não pela passagem única. As outras opções de transporte tendem ser bem mais caras e não valem a pena. Tóquio é uma cidade cara e o ideal é que se economize no possível para aproveitar mais.

Descubra também o tipo de local em que você irá querer hospedar. Em Tóquio, há uma dinâmica de hospedagem diferente, ótima para quem deseja explorar os contrastes culturais do país.

Além dos hotéis tradicionais,  você ainda tem a opção de se hospedar em: Hostels, Hotéis Cápsulas e os famosos Ryokanshospedagem tradicional japonesa que inclui cama em futon, tatames e banhos em termas onsen.

Toquio por bairros hospedagem

Os hotéis cápsula

Essa é uma opção barata e inusitada que atrai milhares de pessoas. O cubículo, de cerca de 1 metro de altura por 1 metro de largura, à primeira vista assusta. Mas ir ao Japão e não se aventurar a passar uma noite em um hotel-cápsula é perder a chance de vivenciar algo que quase não se vê em outra parte do mundo.

São cerca de 1.600 hotéis do tipo no país, segundo a Organização Nacional de Turismo Japonês. Há diárias em locais próximos às principais estações por menos de 2.800 ienes (o equivalente a R$ 70). Os Hotéis Cápsulas mais conhecidos de Tóquio são: Tamachi Bay Hotel, o nine hours Shinjuku-North disputado pelo bairro e porque fica à 2 km do Jardim Nacional Shinjuku Gyoen e o The Prime Pod GINZA TOKYO, o mais bem conceituado de todos.

Banheira Ryokans

Os Ryokans

Obviamente, os luxuosos ryokans não são baratos. Mas valem a pena para os interessados em uma experiência cultural mais próxima às casas japonesas tradicionais. O Ryokan é  um hotel de experiência, onde você se sente em um filme de samurais. Alguns lindos são: Hoshinoya Tokyo, Sukoein e o Togakubo.

Tóquio por bairros: Quarto Ryokan

Saiba quanto você pretende gastar com hospedagem e você conseguirá limitar as suas opções de forma a achar a mais vantajosa.

Para facilitar sua viagem dividimos Tóquio por Bairros

Shibuya

Se você gosta de cidade grande, esta é uma excelente região para ficar em Tóquio. Além dos pontos turísticos à curtas distâncias, é bem servido de transportes, restaurantes e lojas. Você estará a uma curta caminhada de Harajuku e próximo à vida noturna de Roppongi, por exemplo.

No entanto, os hotéis da região tendem a ser os mais caros. Vale a pena calcular o quanto você iria gastar de transporte e o que pode fazer à pé para descobrir se essa opção é interessante para você.

Shinjuku

Uma das áreas favoritas dos viajantes, Shinjuku está localizada em uma região bem servida de transportes. Abriga um belo Central Park, o famoso Robot Restaurant, o templo Asakusa Kannon/Senso-ji e a vibrante rua Nakamise.

Nesse bairro você encontra as melhores cadeias hoteleiras do mundo. Como: Mandarin Oriental, Grand Hyatt Tokio, Shangri-la Hotel Tokyo,  The Ritz Carlton, Conrad Tokyo, Park Hyatt e outros.

Shinjuku e Shibuya são bairros bem próximos entre si, por isso o custo de hospedagem tende a ser parecido. Novamente, vale a pena verificar se o valor pago na hospedagem compensa o que pode ser feito a pé.

Ginza

Melhor lugar para se hospedar em Tóquio. É uma região mais chique de Tóquio, onde você encontra bons restaurantes, shoppings e a famosa Chuo-Dori, mais conhecida como a 5 avenida de Tóquio. Lá, grandes grifes e lojas de departamento disputam o espaço e o bolso dos visitantes. Uma outra vantagem desta região é estar localizada próxima à estação do trem-bala para o interior do país – como Quioto. Lá você também poderá curtir a Galeria Nissan e uma grande infraestrutura para compras. Além disso, o mercado de peixes fica bem próximo e é uma excelente opção para comer sushi e iguarias de lá bem fresquinhas.

Nesse bairro você encontra hotéis bons e alguns bem luxuosos. Várias cadeias hoteleiras estão nele, como: Mercure, Courtyard by MarriotMitsui Garden Hotel Ginza Premier e vários outros recomendados.

O estilo luxuoso do local pode acabar tornando o espaço um tanto caro. Mas se hospedar nesta região vele muito a pena.

Concluindo…

Bom, essas são as principais áreas para se hospedar m Tóquio. Espero que tenham gostado das nossas dicas. O próximo post será Tóquio para Otakus. Sabemos que vocês adoram animações e filmes japoneses e, por isso, preparamos uma lista inteirinha de lugares a conhecer. Fique conosco!