O Monte Fuji, ou Fuji-San como é chamado pelos locais, é a montanha mais alta do país – com 3.776 metros de altura.  A melhor época para vê-lo é no período de seca, ou seja, outono e inverno, quando há menos nuvens. O único inconveniente é que no inverno, o Monte Fuji pode estar fechado para a escalada devido à neve.

Agora se você não quer fazer escalada, pode escolher uma das cidades à sua volta e apreciar sua vista enquanto curte a cidade.

Damos várias dicas sobre a escalada do Monte Fuji  em outro post aqui no blog, se tiver interesse é só clicar no link.

Oshino Hakkai Monte Fuji

De onde apreciar o Monte Fuji

Existem diversos lugares de onde podemos ir para ver o Monte Fuji. Ele é rodeado, principalmente, por três províncias. Na província de Yamanashi, o monte pode ser visto das regiões de seus lagos, sendo eles: o Kawaguchiko (Fujikawaguchiko), o Yamanakako (Yamanakako), o Motosu (Kamikuishiki), o Shoji (Kamikuishiki) e o Sai (Saiko). Já da província de Kanagawa pode ser apreciado das cidades de Hakone, de Kamakura e de Enoshima.  E, por fim, na província de Shizuoka, sendo visto da cidade de Shizuoka, de Gotemba, do Fuji Safari Park e do Lago Tanuki.  Opções não faltam.

Sabia que é possível ver o Monte Fuji de Tóquio??? Se não tiver tempo de visitar algumas dessas cidades, suba no Tokyo Sky Tower ou vá ao Observatório do Bunkyo Civic Center. 

Nós escolhemos o vilarejo de Oshino Hakkai, por ser um vilarejo preservado ao pé do monte, além de ser considerado um dos 20 melhores lugares para ver o Fuji. Também, o vilarejo fica próximo à cidade de Hakone, onde ficamos hospedados.

Oshino Hakkai

O vilarejo de Oshino Hakkai fica aos pés do Monte Fuji e é de onde se tem uma das melhores vistas dele. A cidadezinha é encantadora!! Antigamente, a área onde hoje é o vilarejo, era um lago formado por uma grande erupção há 1.200 anos. Numa erupção seguinte, o lago secou deixando 8 lagoas de águas cristalinas ao redor da qual a população se estabeleceu.

Oshino Hakkai Monte Fuji

A cidade fica na província de Yamanashi, entre os lagos Kawaguchi e Yamanaka. O local é designado como tesouro natural nacional. E é muito fácil entender porquê.

Oshino Hakkai Monte Fuji

Caminhar por Oshino Hakkai é um caminhar no passado! A vila conservou sua arquitetura histórica, pelo menos no centro turístico. As lagoas, abastecidas pelo derretimento da neve da montanha, formam um lindo desenho pela cidade e são repletas de carpas e águas cristalinas. As águas daqui são consideradas as mais puras do Japão.

Oshino Hakkai Monte Fuji

Pela vila, há casinhas vendendo comidas típicas, artesanato e seda. A seda é linda e barata!! Oshino Hakkai é muito procurada por fotógrafos, que conseguem capturar as quatro estações do ano com a vista do Monte Fuji. Também fazem muitas fotos utilizando o reflexo nas águas cristalinas das lagoas. Um pouco de criatividade  e terá fotos lindas!

Como chegar:

Para chegar em Oshino Hakkai pegue a linha Fujikyuko até à estação Fujisan e de lá pegue um ônibus até as estações Ohashi ou Oshino-Hakkai-Iriguchi. A partir de qualquer dessas duas estações é uma caminhada de cinco minutos até Oshino Hakkai. Outra opção é descer na estação Kawaguchiko e pegar o ônibus local para Oshinohakkai (20 min.)

Como visitar:

A vila funciona de 9:00-17:00. Não é necessário pagar taxa de entrada, a não ser para visitar a lagoa Sokonuke-ike e o museu Hannoki Hayashi Shiryokan.

Nós fizemos a visita e seguimos para Hakone, onde ficamos hospedados.