GO-GO BARS EM BANGKOK. O QUE SÃO E COMO FUNCIONAM.

Os chamados Go-Go Bars atraem milhares de turistas por ano na Tailândia. Uma contracenso muito curioso de uma cidade que abunda o pecado, mas super abunda na graça, como mostramos na matéria que fala sobre os templos mais importantes de Bangkok.

Com foco no público masculino, esses espaços são conhecidos como o distrito da luz vermelha da Tailândia. Lá, como em Amsterdã, as mulheres ficam dançando seminuas e convidando os curiosos para assitir aos famosos ping pong shows. Essas ruas ficaram famosas após o filme Hangouver II (Se Beber não case 2) ter mostrado a  “liberdade” dos bares da Soi Cowboy.

As luzes, músicas alta e muita oferta de diversão. Essas são as principais marcas desses Go-Go Bars, que geralmente, ficam em ruelas quase nada ou pouco escondidas. São lugares que você deve evitar se não tiver a mente aberta. Na verdade passamos para conferir e queríamos contar o que vimos por ali.

Alguns clubes são medianamente amigáveis ​​para uma primeira experiência. Alguns clientes entraram em uns GO-GO Bars sem pesquisar e se sentiram constrangidos a comprar bebidas ou pagar gorjeta pelo “show”. O ideal é você pesquisar as casas mais sérias e visitar alguma acompanhado e preferencialmente que cobre ingressos na entrada.

Em Bangkok, existem três famosos distritos da luz vermelha: Soi Cowboy, Nana Plaza e Patpong. Sendo o mais famoso o Soi Cowboy.

É possível encontrar bares seguros, sem nenhuma surpresa desagradável. No geral, as meninas são amigáveis ​​e, se você comprar uma bebida para elas, elas ficam ainda mais amistosas. Rola o velho golpe de pedir uma bebida mais cara para elas, que na verdade nem devem beber o que está no cardápio… Mas enfim, você está ali para ver o submundo, né?

Muitas, no entanto, não sabem falar inglês ou conhecem apenas o básico. Portanto, pode ser difícil ter uma conversa mais profunda.

O que são Go-Go Bars?

O conceito de Go-Go Bars varia um pouco de um lugar para outro. Mas existem algumas características comuns: tem um palco central mais elevado ou dois, cercado por banquinhos, sofás e acessórios diversos.

Podem haver ainda, outros sofás e mesas pequenos. A música alta toca a todo o instante, e o jogo de luzes não para. Poucas meninas dançam sem parar em um trajes mínimos e algumas fazem shows com bolas de ping pongs, lançam dardos e flexas para estourar balões de festa.

De verdade elas não parecem estar se divertindo e você não irá sentir nada do que vimos nos filmes. Todos os turistas que entrevistamos, que vivenciaram essa experiência falaram a mesma coisa. Absolutamente passável.

Geralmente, o Go-Go Bar é bastante silencioso antes das 22h, mas depois o negócio esquenta um pouco enquanto os clientes vão chegando.

Para quem tem a curiosidade não se preocupe, porque esses bares são bem fáceis de encontrar. Basta ir para alguma das três ruas.

O que encontrar em um Go-Go Bar?

Na maioria dos Go-Go Bars, ao entrar, os homens que já conhecem o ambiente rapidamente já sentem um reizinho. kkkk… Uma anfitriã leva o rapaz à mesa e perguntar o que ele quer beber. É preciso perguntar sempre o preço antes para evitar surpresas desagradáveis. Mas não se enganem que eles também ficam na porta chamando casais e mulheres para dentro.

Dica: Anote tudo que está sendo consumido na frente do gerente, e faça questão de mostrar isso. Para evitar que ao final eles aleguem que você consumiu o dobro e os seguranças te obrigarem a pagar uma conta maior que a esperada.

De vez em quando, as meninas, chamadas de “ladies” vão sair do palco guiadas pela líder, “Mamasan”, com acessórios interessantes para realizar truques que deixam seus espectadores de queixo caído. Os shows e os preços variam bastante também.

O show pode ser mais ou menos bem executado, dependendo de quão experiente é a garota. Algumas ladies se destacam e chamam mais a atenção e isso varia também de um Go-Go Bar para outro.

Ao fim, o garçom traz sua conta e a coloca em uma lata especial em sua mesa. Mas é preciso cuidado, porque, eles gostam de passar a perna nos turistas que normalmente bebem demais.

Tente não aceitar bebidas extras depois que vier a conta. Depois, quando você for ver, o valor pode sair até três vezes mais caro do que o previsto. E não há muito com quem reclamar.

Melhores Go-Go Bars de Bangkok:

Existe uma extensa lista de Go-Go Bars famosos em Bangkok. Em Soy Cowboy, os mais conhececidos são o Baccara, Cowboy 2, Crazy House e Tilac.

Os preços das entradas variam de 600 baht a 1000 bahts (entre 18 e 30 dólares) fora o valor das bebidas, que fica em média por 150 bahts (uns 4 a 5 dólares). Mas é sempre bom pesquisar antes de ir.

E, então?

O que achou? Não tivemos muito tempo para pesquisar mais a fundo, mas foi o que vimos por lá. Se você se interessou pelos Go-Go Bars, só tenha sempre cuidado com os scams. Essa é uma prática comum nesses lugares.

No mais,  aproveite sua estadia na Tailândia e diverta-se da forma que desejar.

By | 2017-08-15T13:50:19+00:00 jul, 2017|BANGKOK, TAILÂNDIA|

8 Comments

  1. Carlos Gomes 8 de agosto de 2017 at 06:59 - Reply

    Que matéria completa. Também não sabia como funcionava, e fique muito surpreso!!!

  2. Otavio Furtado 7 de agosto de 2017 at 21:10 - Reply

    Gente, que tenso isso de ter que anotar o que consumiu…

  3. Lily Pestana 7 de agosto de 2017 at 14:23 - Reply

    Era proibido tirar fotos? Eu realmente não tive interesse em visitar um porque acho triste e deprimente, mas gostei do seu relato sincero e honesto. Uma curiosidade, contudo: elas realmente arremessam bolas com suas genitais e isso é mostrado? Beijocas
    Lily

    • Camila 7 de agosto de 2017 at 16:41 - Reply

      Sim, elas arremessam e você pode ver. Bolinhas e dardos que estouram balões.

  4. Symone 7 de agosto de 2017 at 14:19 - Reply

    Muito interessante esse assunto. Eu não sabia exatamente como funcionava antes de ler seu post.

  5. MARCIO VITAL VALENÇA 7 de agosto de 2017 at 14:03 - Reply

    Passamos três dias em Bangkok e não chegamos a conhecer! Mas acredito que seja uma experiência válida! Afinal, faz parte da cultura local.

    • Camila 7 de agosto de 2017 at 16:38 - Reply

      Fiquei curiosa, principalmente pelo tabu do tema. Como adoro opinar sobre um incontroverso, quis verificar como era o funcionamento desse lugar. De fato é curioso e emocionalmente conflitante. Mas uma realidade.

  6. Cristina e Renato 5 de agosto de 2017 at 12:32 - Reply

    Olá! Tivemos a oportunidade de conhecer Bangkok e Phuket, na Tailândia, onde há ruas lotadas de Go Go Bars. De fato, a região é tranquila, com gente de diferentes idades e intenções. Achei bastante deprimente e não voltaria, mas faz parte da cultura local e temos que respeitar, não é mesmo? Interessante você trazer esse tema por aqui. Abraços.

Leave A Comment