Hoje em dia, com a liberação de viagem de animais de companhia na cabine, está cada vez mais comum viajar com um pet. Mas para isso, saiba que é necessária toda uma documentação que deve ser organizada com bastante antecedência para não ter problemas.

Para viajar para outros países é necessário consultar as regulamentações sanitárias para a entrada do pet. Como o Brasil é um país com risco de raiva, é preciso que esta vacina esteja em dia e comprovada.

Recentemente embarcamos os bichinhos para Portugal. A regulamentação da União Européia é relativamente simples, mas demanda tempo.

PASSO-A-PASSO

1- A primeira coisa a ser feita é colocar um microchip no seu pet. Somente com ele a vigilância agropecuária internacional poderá conferir a vacina aplicada.

2- Após a colocação do microchip, deve ser dada a vacina antirrábica (qualquer vacina anterior à colocação não é considerada pela vigilância agropecuária internacional).

3- Trinta (30) dias após a vacina antirrábica deve ser feita a coleta do sangue para o exame de titulação de raiva feito num laboratório credenciado. O resultado pode demorar até 90 dias!!! É importante saber que é necessário aguardar 90 dias entre a data da coleta do sangue e a data de embarque do animal.

4- Com o resultado do exame e data de embarque, agende sua visita na VIGIAGRO para a emissão do CZI (Certificado de Zoossanitário Internacional). Ele vale de 5 a 10 dias, portanto não adianta requere-lo muito ates da viagem.

5- Na VIGIAGRO você precisa levar o  Requerimento de Fiscalização para Animais de Companhia preenchido, o atestado de saúde que atenda aos requisitos sanitários do país de destino (padrão internacional) e a carteira de vacinação e o comprovante de microchip.

6- Após receber o seu CZI, é necessário enviar toda a documentação para a autoridade sanitária do aeroporto de desembarque por email para avaliação até 2 dias antes da viagem. Com o OK da autoridade sanitária, viaje tranquilo, mas lembre-se de ter em mãos toda a documentação original do seu pet. Você precisará apresenta-la no seu desembarque.

Como disse antes, as exigências são diversas para diferentes países. Os principais destinos são União Européia, Estados Unidos e MERCOSUL. As exigências dos outros países podem ser consultadas aqui.

É importante lembrar dos requisitos da caixa de transporte do seu pet. Se você levar mais de um, um vai à bordo e os outros no porão. As dimensões da caixas de transporte devem ser consultadas junto à cia aérea.

PET PASSAPORTE

Agora, se você pretende levar seu pet com freqüência, saiba que ele pode ter um passaporte!!! Sim, ele pode!! O passaporte para cães e gatos é emitido em até 30 dias após o requerimento e substitui o Certificado Veterinário Internacional, em países em que seja aceito. Já no Brasil ele pode ser utilizado em substituição ao atestado de saúde obrigatório para cães e gatos, agilizando o processo e desembaraço nas viagens. Basta seu veterinário atestar as condições de saúde do seu bichinho no passaporte até 10 dias antes da viagem.

Todos com documentos em dia e em mãos?? Boa Viagem!