VOCÊ COMETE ESSES ERROS NA HORA DE PLANEJAR UMA VIAGEM?

PORQUE PLANEJAR UMA VIAGEM

Para economizar é preciso planejar uma viagem. Montamos um passo a passo para lhe ajudar a fazer seu planejamento.

Comece a se programar com 4 meses de antecedência

A pior coisa a fazer quando vai planejar uma viagem é deixar tudo para última hora. As passagens ficam caras, você já não consegue bons hotéis e acaba gastando muito mais.

Quando se organiza uma viagem com antecedência é possível economizar muito. Você pode agendar as visitas aos museus para os dias gratuitos, pode ver quais eventos gratuitos estarão rolando no seu destino. Pode usar milhas e conseguir uma casa pra trocar com a sua ou um ser House sitter de algum pet no seu destino de viagem.

Uma viagem se inicia na sua imaginação. Quando começamos a pensar em conhecer novos destinos, os lugares que gostaríamos de conhecer, as comidinhas típicas da região, nossa mente vai longe e essa é uma parte essencial da viagem.

E como planejar uma viagem? Comece organizando assim: Para onde viajar? Quando ir? Por onde passar? O que visitar? Quanto tempo ficar? O seu roteiro será o seu mapa durante toda sua viagem, que lhe ajudará a aproveitar ao máximo.

Planejar uma viagem não significa engessar a viagem, muito pelo contrário, significa apenas otimizar seu tempo para conhecer o máximo de lugares e atrações possíveis.

Uma boa estratégia para direcionar e organizar sua pesquisa é dividir todo o planejamento da viagem em cinco fases. Vejamos quais são elas:

DEFININDO DESTINO

Nessa primeira fase escolhemos destino, tempo de duração e valor que se pretende gastar. Então você precisa definir se vai querer entrar em um programa de House Sitting ou troca de lares ou se apenas encontrará bons hotéis para se hospedar.

Se for viagem em família ou viagem com crianças, pensem em lugares que tenham muitos passeios e programas para as crianças, como: parques, praias, zoológicos, museus infantis ou lugares que elas possam se sentir felizes e gastar a energia.

Se for jovem viajando sozinho ou grupo de jovens viajando que ficarem em hostels ou largar a vergonha e partir para coachsurfing.

Analisado os prós e os contras do seu destino de viagem? Então agora é a hora de passar para a fase 2, a fase do estudo de mapa. Assim será mais fácil estruturar por onde você passará nos dias de viagem.

MAPEAMENTO DA VIAGEM

Bem, você escolheu seu destino e agora é a hora de definir se irá conhecer apenas ele ou as cidades circunvizinhas. Pegue um mapa e analise o tempo que gasto para se locomover de uma cidade para outra e quais você gostaria de conhecer.

Sempre bom levantar as festas típicas e festivais que acontecem nesse período. Como esses que acontecem em Ghent. Quais os passeios imperdíveis da região.  Se haverá alguma festa religiosa que seja interessante ou que a cidade feche e você fique “ilhado”.

Definido o trajeto podemos começar a analisar os valores. Quais as melhores formas de chegar aos locais escolhidos e quais os custos para tal. E assim você começará a traçar seu itinerário. No caso de viagens mais longas em que você não fica limitado a uma única cidade, o ideal é tentar sempre traçar um circuito fechado de maneira que os caminhos de ida e volta não se repitam.

A partir daí, também começam as leituras em sites e blogs, além de fóruns de viagens para obtenção de informações relevantes e atualizadas sobre a região a ser visitada. Adoro descobrir lugares inusitados, com gastronomia diferenciada. Cidadezinhas pequenas são minhas favoritas.

Escolha os hotéis, os restaurantes, museus, pontos turísticos e passeios que quer fazer. Agora veja as avaliações das empresas por outros viajantes e as dicas do local. Isso lhe ajudará a não entrar em roubadas.

Nesse ponto fique bem atento que muitas vezes o fator determinante na forma de transporte nem sempre é o custo, muitas vezes temos que analisar a logística, as condições climáticas, o tempo do percurso, estacionamentos e algumas outras variantes. Por isso que fazer toda sua rota é essencial para preparar um bom e econômico roteiro de viagens.

PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Ok, todas as cidades listadas, os pontos turísticos que você quer conhecer pelo caminho idem? Já fez um levantamento das melhores formas de transporte, agora é hora de começar a levantar os custos.

Faça reservas nos lugares escolhidos, veja os programas de milhas e descontos e os use. Veja os valores de transporte e vá jogando tudo nessa planilha.  Assim você já vai lançando os preços dos hotéis, das atrações a serem visitadas, dos meios de locomoção na cidade e de uma cidade para outra. E já vai analisando os custos da viagem, se precisará abrir mão ou acrescentar algumas. Depois disso você pode colocar um valor diário para alimentação e despesas inesperadas. Pronto, seu roteiro começa a tomar corpo.

Nesse momento você saberá ao certo: quais lugares a serem visitados, quanto tempo passará em cada local, e como ir de um lugar a outro. Conte o tempo de deslocamento interno e quanto gastará em cada passeio. Manda tudo pra planilha. Depois selecione as atrações a serem visitadas. Gente, uma coisa inaceitável é perder seu tempo em filas para comprar tickets ou ingressos de atrações. Você já perdeu 04 horas em Roma na fila do Vaticano? Absurdo. Compre seus ingressos em nosso site, imprima e diga adeus filas. Economiza muito tempo e paciência.

Você precisa reordenar o seu plano muitas vezes até estabelecer um bom roteiro final. Eu sempre coloco um grande quadro na minha parede e vou preenchendo os dias do calendário que coloquei no quadro com as atividades que pretendo ir. Começo pelos eventos de rua, festividades e dias de museus gratuitos. Depois vou preenchendo por proximidade os passeios. Desse jeito fica muito mais fácil programar toda a logística.

Deixo sempre um dia vago no meio da viagem e ao final para os ajustes e as descobertas pelos caminhos.

Outra coisa preciosa é conferir todos os horários de funcionamentos: de aeroportos, dos postos nas fronteiras, de transportes e travessias, dias em que os Museus se fecham ou que são gratuitos, evitando assim contratempos no seu planejamento.

HORA DE DECIDIR E FECHAR AS RESERVAS

Planilha estruturada? Bom agora você já saberá qual o custo da sua viagem e se ela se adapta ao orçamento estabelecido. Então essa é fase onde avaliamos alguns cortes ou incluímos outros destinos. Geralmente corto tudo antes de cortar passeios. Me organizo para almoçar um sanduíche ou uma comida de rua para deixar meu recurso para conhecer mais lugares.

Seu calendário já estará praticamente pronto, de modo que você já deve saber muito bem onde deve estar em cada dia. Então essa é a hora de começar a confirmar as reservas e comprar os tickets das atrações.

Para ajudar a vocês a organizar tudo em um único lugar sem precisar navegar em milhares de sites, nos juntamos tudo aqui, na AGENCIA PELO MUNDO.  Reunimos os melhores prestadores de serviços em um só lugar. Você pode: Reservar quarto com a Booking, locar carros com melhores descontos, comprar tickets de trens mais baratos. Legal, né? Tudo isso sem pagar nem um real a mais e você ainda ajuda a manutenção do blog no ar.

CHECK LIST FINAL

Tudo pronto? Ingressos, vouchers, tudo em uma pastinha. Agora é a hora de fazer o check list para ver se você está levando tudo que precisa.

  • passagens,
  • voucher de hospedagem,
  • comprovantes de reserva do carro,
  • documentos pessoais,
  • carteiras de vacinação (se for exigido)
  • tickets e ingressos impressos
  • GPS (se for o caso, com o mapa baixado),
  • passaporte com os vistos requeridos,
  • um cartão de crédito habilitado para uso no exterior,
  • Seguro de viagem.  Se for usar o do cartão pode imprimir as cláusulas

Não esqueça de analisar sua documentação, com certa antecedência!

By | 2017-10-02T18:59:30+00:00 out, 2015|DICAS|

Leave A Comment