BARILOCHE É INCRÍVEL! INCLUSIVE NO VERÃO

Bariloche é uma cidade linda, cheia de aromas, cores e sabores. Principalmente quando a neve cai e o branco do fundo destaca cenários inesquecíveis. O que você mão imagina é que Bariloche no verão seja ainda mais incrível.

Bariloche é apenas um exemplar de tantas belezas que a Argentina e a América do Sul tem a oferecer. Mas a maioria dos brasileiros só pensam em Bariloche como férias de inverno, ou como uma cidade exclusivamente para esportes de inverno.  Mas isso é um engano, porque Bariloche é incrível também no verão.

Nosso país vizinho possui geografia privilegiada, cheia de: mares, rios, selvas, lagos, ruínas, praias, montanhas, bosques e glaciais. De norte a sul, a Argentina reserva atrações incríveis para todas as idades e preferências. E no verão são milhares de passeios, atividades no lago, trilhas e muita diversão.

Conheça um pouco mais de Bariloche e veja tudo que ela tem para lhe encantar.

BARILOCHE NO VERÃO

Bariloche no verão, porque não?

Se você acha que Bariloche é incrível no inverno, propomos conhecer a cidade de San Carlos de Bariloche no verão. O mais clássico destino de inverno da América do Sul é uma verdadeira festa no verão.

História e localização

Bariloche está localizada na província de Rio Negro, uma importante produtora de maçãs, peras e sidras. A cidade está dentro do Parque Nacional Nahuel Huapi, aos pés da Cordilheira dos Andes, cercada por vastos bosques.

Sua localização estratégica proporciona uma vista panorâmica deslumbrante. O profundo azul do imenso lago Nahuel Huapi contrasta com o branco da neve nos picos da Cordilheira. Criando um visual memorável.

As cidades vizinhas de Villa La Angostura e San Martín de los Andes também são importantes destinos turísticos da Patagônia Argentina. Juntas a Bariloche compõe o um dos destinos mais incríveis da Patagônia, o Caminho dos Sete Lagos.

A Patagônia vem contando com uma modernização jovem, principalmente se comparada às grandes cidades do Norte argentino. A própria Bariloche só ganhou impulso turístico depois da década de 30.

A grande figura histórica de Bariloche foi o Dr. Francisco P. Moreno, um perito em topografia que dedicou quase toda sua vida a recorrer e promover a Patagônia Argentina. Infelizmente, sua vida chegou ao fim antes de ver o progresso, Perito Moreno faleceu em 1919 em meio a enorme pobreza. E pós morte recebeu inúmeras homenagens por toda a Patagônia.  Tendo seu nome eternizado no Glaciar Perito Moreno, uma das maiores atrações natural da cidade de El Calafate.

Você pode conferir mais sobre o Glaciar Perito Moreno e a cidade de El Calafate em nosso próximo post.

Conta-se que famosos ladrões, como Sundance Kid e Butch Cassidy passaram por Bariloche, onde se estabeleceram por cerca de 5 anos. Imaginem que legal ver o casal mais famoso do cinema americano circulando pelas ruas!

Como chegar?

A forma mais fácil de chegar a Bariloche é por via aérea. As companhias áreas que operam são: Aerolineas Argentinas (inclui Austral) e LAN (LATAM).

O ideal é programar pernoitar em Buenos Aires já que os horários do vôo são incompatíveis.

Se optar por viajar de ônibus ou carro você precisará de mais tempo devido às grandes distâncias da Patagônia. De Buenos Aires a Bariloche são mais de 1600 km através da famosa Ruta 40. Nós amamos viajar de carro, como já falamos em nosso post sobre a África do Sul, e para não perdermos tanto tempo, optamos por alugar um carro em Bariloche e viajamos pela região.

Falamos muito sobre as formas de ir para região nesse post da cidade vizinha a Bariloche, Villa Angostura.

BARILOCHE NO VERÃO

 Quando ir?

Não tem jeito, a temporada mais badalada de Bariloche é o inverno. A cidade ganha um brilho diferente com a chegada da neve. São milhares de turistas vindos de  todo o mundo para aproveitar uma das estações de esqui mais famosas da América do Sul.

Outro atrativo é a Festa Nacional da Neve que ocorre anualmente entre Julho e Agosto e oferece diversas atrações culturais gratuitas.

Porém, a Patagônia Argentina é imperdível o ano todo. Durante o verão, são milhares de esportes e mergulho nas águas cristalinas dos 7 lagos.  Existem vários esportes praticados no lago, trilhas e circuitos de bike por paisagens inesquecíveis.

Só não indico viajar para Bariloche no final do ano, especialmente para o Réveillon. Porque Bariloche é destino dos jovens formandos para vão para a cidade para comemorar a formatura. A não se que você goste muito de farras e bagunça vai preferir visitar a cidade me outra época.

Já para quem deseja economizar, uma boa dica é viajar nos meses: Abril, Maio, Setembro e Outubro. Quando os hotéis fazem grandes ofertas, você só não pegará neve.

O que levar no inverno

O inverno na região Patagonica é bem rigoroso. A temperatura alcança mínimas inferiores a -10ºC e as temperaturas máximas não costumam superar os 15ºC. O vento gelado costuma diminuir a sensação térmica o que acentua ainda mais o frio da região.

Indispensável levar luvas, cachecóis, boinas ou gorros de frio e meias grossas. As roupas e os sapatos devem ser confortáveis e preferencialmente impermeáveis.

BARILOCHE NO VERÃO E INVERNO

Onde ficar?

Existem várias opções de hospedagem em Bariloche. Desde campings e albergues econômicos até hotéis/spas 5 estrelas. Todos contam com serviços muito bons e infraestrutura adaptada para o inverno.

Existe também uma opção bem vantajosa para quem viaja em família ou com grupos grandes é alugar um Apart ou um Bangalô. Seja pelo conforto e espaço ou pelo melhor custo-benefício. E existem várias opções, que vão desde apartamentos modernos até cabanas mais rústicas dentro dos bosques.

Quer saber quais as nossas dicas de hospedagem em Bariloche?  A primeira é reservar com bastante antecedência visto que os preços variam muito de acordo com a temporada. Por isso, se estiver pensando em passar férias em Bariloche na alta temporada comece a programar suas reservas com pelo menos 05 meses de antecedência.

Vamos dar nossas dicas de Bariloche e vários hotéis para você escolher o que mais combina com sua viagem.

Bariloche de camping

Se você quer saber como se hospedar sem gastar muito em Bariloche, camping pode ser uma boa opção.

Para os mais aventureiros existe um Camping em Bariloche no verão. Está a cerca de 15 km do centro da cidade. Essa pode ser uma boa opção para quem está de carro, e quer economizar. Mas no inverno já não aconselho esse tipo de hospedagem. A região é muito fria, e fica muito mais difícil tudo mesmo com cabanas preparadas para baixas temperaturas (com dupla capa impermeável).

Fomos visitar o camping para buscar uns amigos, e pude ver que o camping de Bariloche possui infraestrutura completa, contando com banheiros e duchas, churrasqueiras individuais, tanques e pias para higiene pessoal e lavado de roupas, mini mercado e cabanas para alugar.

Como sou “viajante nutella” eu optei por me hospedar em um hotel bem quentinho com sistema de aquecimento central e muitos mimos.

Centro de Bariloche: o que conhecer?

Caminhar livremente pelo centro de Bariloche é imperdível.  A Calle Mitre, é a rua mais badalada da cidade, onde estão os melhores restaurantes, comércios e baladas.  Mas as ruas paralelas são cheias de beleza e milhares de opções mais baratas. Não deixe de conhecê-las.

Não deixe de visitar o famoso relógio da Prefeitura de Bariloche.  A arquitetura é lindíssima e se complementam com a vista impressionante para o lago Nahuel Huapi e a Cordilheira dos Andes.

Aproveite para tirar uma foto clássica com os cães São Bernardo na praça central e quem sabe tomar um pouco do uísque do barril que carregam em seus pescoços. É uma tradição do lugar.

Passeios em Bariloche

Um passeio imperdível em Bariloche é visitar o museu da cidade. Contam a historia dos povos indígenas originários e da chegada progressiva do imigrante europeu até chegar aos dias de hoje.

Outros prédios históricos de Bariloche são:

. Centro Cívico.

. Catedral Nuestra Señora del Nahuel Huapi.

. Hotel Llao Llao

. Museu da Patagônia

. Capela de São Eduardo

Atrações Naturais de Bariloche

Sem dúvida, este é o ponto forte de toda a Patagônia Argentina é a natureza abismal. Listamos os 10 principais atrativos naturais para você desfrutar das paisagens únicas da região.

. Parque Nacional Nahuel Huapi

. Cerro Catedral

. Cerro Tronador

. Cerro Otto

. Pedras Brancas

. Cascada de los Cántaros

. Lago Gutierrez

. Isla Victoria

. Parque Municipal Llao Llao

. Ventisquero Negro

Outro passeio imperdível é cruzar os lagos andinos de barco que cruzam o lago Nahuel Huapi. Agora se for mais aventureiro, experimente uma das trilhas pelo Refugio Frey ou pelo Parque Nacional Nahuel Huapi.

Hospedagem em Bariloche

Hospedagem

Existem vários hotéis em Bariloche, um mais incrível que outro. O mais tradicional  econhecido é o inesquecível Llao Llao.  Fomos visitar vários hotéis para conhecer cada um para poder indicar.

O Llao Llao é um hotel 5 estrelas incrível

Fica próximo ao Lago Perito Moreno. Ele fica um pouco mais afastado do centro, mas isso não é o problema porque eles possuem vários transfers para a cidade e para o Cerro Catedral.  O hotel Llao Llao fica em um ponto privilegiado da montanha e tem uma vista panorâmica inesquecível da região.

Panamericano

Outro hotel conhecido em Bariloche é o Panamericano.  Ele fica no centro da cidade de Bariloche, o que favorece muito o deslocamento. O Panamericano, é um bom hotel mas está precisando de uma reforma. Os quartos possuem cama com vista para o Lago Nahuel haupi.

El Casto Art Hotel

Outro hotel muito conhecido é o El Casco Art Hotel.   O único inconveniente pode ser a distancia do centro de Bariloche.

Alma del Lago

Outro hotel excelente e mais próximo do centro de Bariloche é o Alma Del Lago Suites & Spa,. Um hotel novo, bem decorado com spa e restaurantes de alta qualidade. E a vantagem é que fica a uma boa andada (10min) até o centro da cidade. Pode ir de taxi também e custa 60 pesos.

Village Condo

Agora se você está indo esquiar em Bariloche nossa dica é o Village Condo. Um condomínio com vários apartamentos para aluguel localizado a apenas 300 m dos teleféricos de esqui na Estação de Esqui Cerro Catedral. As acomodações são ultra modernas e dispõem de banheiras de hidromassagem, spa com tratamentos, restaurante com café da manhã e vários serviços. Então, é super valendo a pena. É uma excelente dica para famílias.

NH EdelWeiss

Agora se você quiser ficar no centro , nos indicamos o NH Bariloche Edelweiss. Eu amo os hotéis NH são sempre impecáveis. Esse fica no centro e você poderá fazer tudo a pé a uma pequena caminhada.

ROTEIRO QUE FIZEMOS PARA UM VIAJANTE

Características gerais da Argentina

A Argentina é o segundo maior país da América do Sul em extensão territorial e importância econômica.

Moeda oficial: Peso Argentino (ARS)

– Casas de câmbio: abundam no centro das cidades turísticas. A maioria dos hotéis e agências de turismo também fazem operações de câmbio além de muitos terem caixas para saques.

Caixas eletrônicos: os caixas eletrônicos com bandeiras BANELCO e do PANAMERICANO ou LINK permitem realizar extrações em pesos argentinos ou em dólares de qualquer banco.

População: foi avaliada em cerca de 42 milhões de habitantes pelo censo de 2012.

Principais cidades: Buenos Aires, La Plata, Córdoba, Rosário, Mendoza, Bariloche e Ushuaia.

Idioma oficial: Espanhol.

Documentos para viajar: o acordo do Mercosul possibilita ingressar na Argentina com o documento de identidade (RG) com menos de 10 anos ou Passaporte.

Voltagem: 220V (procure levar aparatos BIVOLT).

Tomadas: 3 pernas tradicional (220V e neutro) ou 2 pernas adaptadas (similar ao Brasil). Aconselhável levar pelo menos um adaptador universal.

By | 2017-10-03T23:53:48+00:00 set, 2017|ARGENTINA, BARILOCHE|

Leave A Comment